Página inicial > Nuvens > Asperatus

 


Asperatus são nuvens estranhas, assustadoras e de uma espécie completamente nova. É o que defende a “Cloud Appreciation Society” (Sociedade de Apreciação de Nuvens), depois de compilar inúmeros exemplos deste inusitado fenômeno recebidos de todos os cantos do mundo.

 

“Já que se parecem com a superfície de um mar agitado visto de baixo, nós as apelidamos de ‘nuvem Jacques Cousteau’, em honra ao lendário mergulhador e ecologista francês”, contam.

 

Em busca de um nome que soasse mais “oficial”, chegaram à sugestão do termo “asperatus”, do latim "áspero", usado por poetas clássicos para descrever mares agitados por ventos fortes.

A sugestão para a nova classificação foi feita a meteorologistas da Sociedade Meteorológica Real britânica, que adotou a ideia e está buscando maiores informações sobre as condições que causam o fenômeno.

"Essas nuvens parecem muito tempestuosas, mas alguns dos relatos que recebemos sugerem que elas tendem a se desfazer sem realmente se transformar em uma tempestade”, revelou Gavin Pretor-Pinney, fundador da Sociedade de Apreciação de Nuvens.

A Undulatus asperatus (ou somente asperatus) é um tipo de nuvem proposto em 2009 como uma classificação separada de nuvem pelo fundador da Sociedade de Apreciação de Nuvens. Foi a formação de nuvens adicionada pela primeira vez desde o tipo Cirrus intortus, adicionado em 1951 no Atlas Internacional de Nuvens da Organização Meteorológica Mundial. Margaret LeMone, uma especialista em nuvens, tem tirado fotos das nuvens asperatus por 30 anos, e considera que é um novo tipo de nuvem.

As asperatus estão mais estreitamente relacionadas com nuvens undulatus. A aparência de serem nuvens ameaçadoras é particularmente comum nas planícies dos Estados Unidos, muitas vezes durante a manhã ou ao meio-dia, seguidas por atividade de tempestades convectivas. Até hoje não se sabe exatamente como elas se formam.

 

Abaixo, fotos de Undulatus asperatus. Clique para ampliar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Fontes:

 

http://www.ceticismoaberto.com/fortianismo/1838/um-novo-tipo-de-nuvem-asperatus

http://en.wikipedia.org/wiki/Undulatus_asperatus

 

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Reclamações? Dúvidas? Sugestões? Elogios? Envie sua mensagem preenchendo o formulário abaixo.

 

Please enter the code:

Note: Please fill out the fields marked with an asterisk.