Página inicial > Nuvens > Cirrostratus

 


Cirrostratus são nuvens altas (acima de 6 km) com a aparência de um véu muito fino, esbranquiçado e transparente, de algumas centenas de metros de espessura, que pode chegar a cobrir o céu todo. Desenvolvem-se a partir da fusão de Cirrus ou de elementos de Cirrocumulus ou também pela expansão da bigorna de uma Cumulonimbus, e são formadas por cristais de gelo.
 

Na aproximação de um sistema frontal, as Cirrostratus muitas vezes começam como nebulosus e posteriormente se transformam em fibratus. Se as Cirrostratus começam como fibratus, muitas vezes significa que o sistema frontal é fraco. Sua presença indica uma grande quantidade de umidade na parte superior da atmosfera.

Às vezes, as Cirrostratus sinalizam a aproximação de uma frente quente, caso elas se formem após Cirrus e se espalhem por todo o céu e, portanto, podem ser sinais de que a precipitação pode seguir nas próximas 12 a 24 horas, ou nas próximas 6 a 8 horas se a frente mover-se rápido. Cumulus humilis ou Stratocumulus são frequentemente encontradas abaixo das Cirrostratus.


Quando são seguidas de nuvens médias, anunciam muitas vezes, com 1 ou 2 dias de antecedência, a aproximação de tempestades.
 
Por vezes são quase invisíveis e revelam-se apenas por um céu leitoso e um halo em volta da Lua ou do Sol, resultante da refração da luz nos cristais de gelo.
 
 
Subtipos:

Fibratus: é quando o véu apresenta fibras, tendo a aparência de estarem se desfiando. São semelhante às Cirrus, mas as fibras são menos destacadas. Elas são formadas a partir de ventos contínuos e fortes, soprando em altitudes elevadas. Podem se formar a partir de Cirrus spissatus ou Cirrus fibratus. Abaixo, fotos de Cirrostratus fibratus. Clique para ampliar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nebulosus: apresenta-se como um véu de brilho e textura surpreendentemente uniformes, conferindo ao céu um tom esbranquiçado, leitoso. Abaixo, fotos e vídeo de Cirrostratus nebulosus. Clique para ampliar.

Cirrostratus nebulosus vistas em João Pessoa, Paraíba, em 17/02/2010.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Undulatus: são manchas ou camadas de pequenas ondulações dispostas em faixas. Elas têm uma aparência ondulada devido ao cisalhamento de vento e costumam cobrir apenas uma pequena porção do céu. Ocasionalmente, elas formam duas ou mais formas de onda sobrepostas umas sobre as outras. Abaixo, fotos de Cirrostratus undulatus. Clique para ampliar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Duplicatus: apresentam-se em bancos, lençóis ou camadas, superpostas, situadas em níveis próximos e às vezes parcialmente misturadas. Abaixo, fotos de Cirrostratus duplicatus. Clique para ampliar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

Fontes:

 

http://www.dammous.com/tempo/n_tipos.asp
http://www.avvsilva.net/desc.htm
http://www.master.iag.usp.br/ensino/Sinotica/AULA05/AULA05.HTML
http://www.fisica.ufc.br/lfnm/html/nuvens.html
http://nephology.eu/cirrostratus/cirrostratus-fibratus

Rodgers, Alan; Streluk, Angella (2007). Cloud cover (Rev. and updated. ed.). Chicago, Ill.: Heinemann Library. p. 25. ISBN 978-1-4329-0077-9

Ludlum, D. (1991). New York: Alfred A. Knopf. ISBN 0-679-40851-7

Vekteris, Donna (2004). Scholastic Atlas of Weather. Scholastic Inc. p. 14. ISBN 0-439-41902-6

 

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Reclamações? Dúvidas? Sugestões? Elogios? Envie sua mensagem preenchendo o formulário abaixo.

 

Please enter the code:

Note: Please fill out the fields marked with an asterisk.