Página inicial > Nuvens > Stratocumulus

 


Stratocumulus são nuvens cinzentas ou esbranquiçadas, ou mesmo cinzentas e esbranquiçadas, dependendo do tamanho das gotículas de água e da quantidade de luz solar que as atravessa, tendo quase sempre partes sombrias, compostas de mosaicos, seixos, rolos, etc., de aspecto não fibroso (exceto a virga), misturadas ou não.

 

São nuvens baixas com massas arredondadas e cilíndricas com o topo e a base relativamente planos, entremeadas de partes em que o céu é visível. Quando em voo, há turbulência dentro da nuvem.

As Stratocumulus formam-se abaixo dos 2400 metros de altitude, em massas de ar com alguma instabilidade, quando no local da sua formação a umidade é moderada e a temperatura é relativamente baixa, e podem eventualmente ser acompanhadas por alguma precipitação de fraca intensidade. São formadas por mosaicos de bandas paralelas ou massas redondas. As Stratocumulus correspondem a uma situação estável fora da nuvem (característica das Stratus) e instável na parte de dentro (característica das Cumulus).

Elas podem ser espessas o bastante para ocultar totalmente o Sol ou a Lua (opacus), ou podem permitir a identificação deles (translucidus). Podem surgir também do aumento dos elementos de uma Altocumulus, sendo que uma Stratocumulus alta é facilmente confundível com uma Altocumulus baixa, com a diferença básica de que a Stratocumulus não produz os fenômenos de iridescência e corona.

 

Vastas áreas subtropicais e polares dos oceanos são cobertas com camadas maciças de Stratocumulus. Elas podem organizar-se em padrões distintos, que estão atualmente sob estudo.

 

 

Subtipos:

 

Castellanus: apresentam, na parte superior, protuberâncias cumuliformes em forma de pequenas torres, o que dá geralmente a estas nuvens um aspecto denteado. Essas pequenas torres, das quais algumas são mais altas que largas, geralmente ficam sobre uma base comum e parecem dispostas em linha. Abaixo, fotos de Stratocumulus castellanus. Clique para ampliar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Stratiformis: apresentam-se expandidas em camadas, ou em lençol horizontal de grande extensão, muitas vezes com ondulações. Abaixo, fotos e vídeo de Stratocumulus stratiformis. Clique para ampliar.

Stratocumulus vistas em João Pessoa, Paraíba, em 22/09/2011.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Lenticularis: têm forma de lentes ou amêndoas, geralmente bastante alongadas, e cujos contornos estão normalmente bem delimitados; não apresentam iridescência ou corona. Estas nuvens aparecem muitas vezes na formação de nuvens de origem orográfica (perto de montanhas), mas elas podem igualmente ser observadas em regiões sem orografia acentuada, embora com menos frequência. Normalmente, essas "lentes" são quase estacionárias e indicam a aproximação de tempestades. Abaixo, fotos de Stratocumulus lenticularis. Clique para ampliar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Undulatus: são manchas ou camadas de grãos dispostos em faixas. Elas têm uma aparência ondulada devido ao cisalhamento de vento e costumam cobrir apenas uma pequena porção do céu. Ocasionalmente, elas formam duas ou mais formas de onda sobrepostas umas sobre as outras. Abaixo, fotos de Stratocumulus undulatus. Clique para ampliar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Radiatus: apresentam faixas paralelas que, por ilusão de óptica, parecem convergir para um ponto do horizonte ou, quando as faixas atravessam inteiramente o céu, para dois pontos opostos do horizonte, chamados "pontos de radiação". Abaixo, fotos de Stratocumulus radiatus. Clique para ampliar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Lacunosus: apresentam-se em bancos, lençóis ou camadas, geralmente muito delicadas, caracterizadas pela presença de filtros límpidos e arredondados, distribuídos de maneira mais ou menos regular, e dos quais vários apresentam as bordas esfiapadas. Os elementos das nuvens e os furos límpidos estão dispostos, muitas vezes, de tal maneira, que o seu aspecto é o de uma rede ou de um favo de mel. Stratocumulus lacunosus são as mais raras do tipo. Abaixo, fotos de Stratocumulus lacunosus. Clique para ampliar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Duplicatus: apresentam-se em bancos, lençóis ou camadas, superpostas, situadas em níveis próximos e às vezes parcialmente soldadas. Abaixo, fotos de Stratocumulus duplicatus.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Translucidus: é quando o banco, lençol ou camada de Stratocumulus é fino o suficiente para, na sua maior parte, deixar a luz do Sol ou da Lua passar. Abaixo, fotos de Stratocumulus translucidus. Clique para ampliar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Perlucidus: apresentam-se em banco extenso, lençol ou camada, espesso o suficiente para obscurecer quase totalmente o Sol ou a Lua. Apresenta entre os seus elementos espaços vazios bem pronunciados, mas às vezes muito pequenos. Somente nesses espaços permite-se perceber o Sol, a Lua, o azul do céu ou as nuvens situadas por cima delas. Abaixo, fotos de Stratocumulus perlucidus. Clique para ampliar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Opacus: apresenta-se como um banco extenso, lençol ou camada, cuja maior parte é suficientemente opaca para esconder totalmente o Sol ou a Lua. Raramente apresentam mammatus em sua estrutura. Abaixo, fotos de Stratocumulus opacus. Clique para ampliar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Vesperalis: formam-se no final da tarde e à noite a partir de Cumulus, quando o movimento convectivo cessa. Normalmente elas contêm virgas (virga é quando as gotículas de água não conseguem mais se sustentar e caem em forma de vírgula, evaporando antes de atingir o solo). Abaixo, fotos de Stratocumulus vesperalis. Clique para ampliar.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

 

Fontes:

 

http://www.fisica.ufc.br/lfnm/html/nuvens.html

http://www.master.iag.usp.br/ensino/Sinotica/AULA05/AULA05.HTML

http://en.wikipedia.org/wiki/Stratocumulus_cloud

http://pt.wikipedia.org/wiki/Stratocumulus

http://www.dammous.com/tempo/n_tipos.asp

 

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Reclamações? Dúvidas? Sugestões? Elogios? Envie sua mensagem preenchendo o formulário abaixo.

 

Please enter the code:

Note: Please fill out the fields marked with an asterisk.